Mundo

Rimini reunirá cientistas, intelectuais e artistas num evento cultural

A 44.ª edição do Encontro para a Amizade entre os Povos terá lugar em Rimini, de 20 a 25 de agosto de 2023. Este ano, o evento centrar-se-á no tema "A existência humana é uma amizade inesgotável".

Loreto Rios-18 de agosto de 2023-Tempo de leitura: 3 acta

Uma apresentação no Encontro de Amizade Povo a Povo 2022 ©bonfaphoto

O Encontro de Amizade dos Povos terá início no domingo, 20 de agosto, com uma missa presidida pelo Cardeal Matteo Zuppi e concelebrada pelo Bispo de Rimini, Nicolò Anselmi.

História do Encontro

Organizado pelo movimento católico de Comunhão e LibertaçãoA primeira edição do encontro realizou-se em 1980. Em 2008, o comité promotor, que era uma associação desde 8 de dezembro de 1980, passou a ser a Fundação Encontro de Amizade entre os Povos, responsável pela organização do encontro todos os anos.

Esta fundação, segundo o sítio Web, "nasceu do desejo de alguns amigos de encontrar, conhecer e levar a Rimini tudo o que é belo e bom na cultura" do nosso tempo. A Fundação Meeting "apoia-se no desejo e na paixão que cada homem tem no seu coração para criar um espaço comum de encontro e de diálogo". Os voluntários são um pilar fundamental na organização do evento, colocando "em comum" a sua inclinação "para a verdade, o bem e a beleza".

Durante sete dias em agosto, o Encontro reúne todos os anos personalidades importantes de diferentes áreas académicas e artísticas e de diferentes religiões e culturas, sendo definido como "o festival cultural mais participativo do mundo" e "um lugar de amizade onde se constrói a paz, a convivência e a amizade entre os povos".

O programa é muito variado: inclui conferências sobre diferentes temas (economia, arte, literatura, ciência, política...), mesas redondas, exposições, concertos e espectáculos de teatro.

Edição 2023

O lema da edição de 2023, "A existência humana é uma amizade inesgotável", é "um convite a descobrir o significado mais profundo da amizade, a sua força geradora, as suas origens e as suas perspectivas para a existência de cada ser humano e para a construção de uma nova sociedade. A amizade sempre esteve no centro do desejo do coração humano; é um dom que ninguém pode reclamar.

Este ano, o programa abordará temas relacionados com a educação, a responsabilidade da imprensa, a ciência, a física, a política, a amizade na Bíblia, a fusão nuclear, a vocação no trabalho, a encíclica Fratelli Tutti, a razão e a fé, a inteligência artificial, a saúde, a demografia, a literatura e a poesia, a arquitetura, a economia azul e circular, a natureza, entre outros.

Tolkien, Dostoiévski e moto GP

Alguns dos destaques são o encontro com o Presidente de Itália, Sergio Mattarella, na sexta-feira, dia 25, e a entrevista com Marco Bezzecchi, piloto de Moto GP. Haverá também um concurso de música, o Meeting Music Contest e um workshop de escrita criativa.

No que respeita às artes performativas, destacam-se a encenação de "O Sonho de um Homem Ridículo", de Dostoievski, protagonizada pelo ícone do teatro italiano Gabriele Lavia, e o concerto "O Coração em Tudo", dedicado ao cirurgião e educador Enzo Piccinini, em processo de beatificação.

Tolkien também estará presente no programa com a palestra "A missão de Frodo: indivíduo e empresa em 'O Senhor dos Anéis'. 50 anos após a morte de Tolkien", por Giuseppe Pezzini, professor do Corpus Christi College de Oxford, e Paolo Prosperi, sacerdote da Fraternidade São Carlos Borromeu.

O Encontro incluirá também apresentações que recordarão personalidades como Aldo Moro, Lorenzo Milani, Dorothy Day, o Beato venezuelano José Gregorio Hernández, o Beato Pino Puglisi e o japonês Takashi Pablo Nagai, médico sobrevivente da bomba atómica e em processo de beatificação, sobre o qual as Edições Encuentro publicaram recentemente o livro "O Mundo da Bomba Atómica", e que se encontra atualmente em processo de beatificação.O que nunca morre". Este último trabalho, intitulado "Amizades inesgotáveis. O que nunca morre. A figura de Takashi Nagai", contará com a participação de Paola Marenco, vice-presidente do Comité de Amigos de Takashi e Midori Nagai.

Mensagem do Papa

Por ocasião do Encontro, o Papa enviou uma mensagem ao Bispo de Rimini, D. Nicolò Anselmi, através do Cardeal Secretário de Estado Pietro Parolin, na qual sublinha que o Encontro para a Amizade entre os Povos pretende "ser um lugar de amizade entre pessoas e povos, abrindo caminhos de encontro e de diálogo".

Por fim, o comunicado sublinha que "o Papa Francisco deseja que o Encontro para a Amizade entre os Povos continue a promover a cultura do encontro, aberta a todos, sem excluir ninguém, porque em todos há um reflexo do Pai (...). Que cada um dos participantes aprenda um pouco a aproximar-se dos outros à maneira de Jesus (...)".

Boletim informativo La Brújula Deixe-nos o seu e-mail e receba todas as semanas as últimas notícias curadas com um ponto de vista católico.