Cultura

As grandes paróquias americanas e o que talvez possamos aprender com elas

O recente livro de William E. Simon apresenta a experiência de quatro práticas pastorais que podem ajudar a revitalizar as paróquias, desde as paróquias de "manutenção" até às paróquias verdadeiramente evangelizadoras.

Jaime Nubiola-6 de Junho de 2019-Tempo de leitura: 4 acta
paróquia

-Text Manuel García de Quesada e Jaime Nubiola

Uma excelente tradução espanhola do livro de William E. Simon Jr. acaba de sair há alguns meses, co-editado pela Facultad de Teología San Vicente Ferrer de Valencia e pela Biblioteca de Autores Cristianos. Grandes Paróquias Católicas: Um Mosaico Vivo. Como Quatro Práticas Essenciais Fazem-nos Prosperar (2016). O livro intitula-se Grandes paróquias católicas. Quatro práticas pastoris que os revitalizamfoi traduzido por Félix Menéndez Díaz e inclui um excelente Apresentação da edição espanhola por José Santiago Pons, Professor de Filosofia na Faculdade Valenciana, o que nos permite tomar em consideração com uma certa precisão o alcance e os limites deste volume.

O livro é precedido por um Prefácio do Cardeal Timothy M. Dolan, e consiste de um Prefácio por William E. Simon, uma introdução (Porquê a paróquia? Porquê estas paróquias?Liderança partilhada; 2. maturidade espiritual e discipulado; 3. celebração dominical; e 4. "A partir destas quatro práticas". -explica o Pons (pp. xv-xvi)- "o livro está estruturado em oito capítulos, com dois capítulos dedicados a cada um deles. O primeiro capítulo descreve a prática correspondente e mostra as várias possibilidades para a sua realização, expondo uma grande riqueza de iniciativas e variedade nas paróquias. O segundo capítulo destaca os problemas que podem surgir, as dificuldades e os desafios a enfrentar no desenvolvimento de cada prática".. Pons acrescenta com delicadeza: "Esta dupla perspectiva dá ao livro um grande sentido da realidade porque não esconde os problemas envolvidos na realização de uma grande transformação numa paróquia, ao mesmo tempo que mostra a grande variedade de possibilidades que se abrem de acordo com a singularidade de cada paróquia". (p. xvi).

O livro nasceu de uma sugestão de Bob Buford, um empresário protestante texano que vendeu a sua empresa para "trabalhar para o Reino" e fundou em 1984 uma organização chamada Rede de Liderança para revitalizar as paróquias protestantes. Numa reunião com William Simon, propôs-lhe fazer algo semelhante para as paróquias católicas. Assim nasceu Catalisador Paroquial (www.parishcatalyst.org). O objectivo era ajudar à renovação das paróquias, e para isso, o primeiro passo era contactar as paróquias mais destacadas e estudar as causas do seu "sucesso". Foi preparado e enviado um inquérito a 244 párocos. Os capítulos do livro são baseados na análise dos resultados obtidos.

O Introdução (pp. 3-21) é muito interessante. Dá uma breve história do catolicismo nos Estados Unidos e também a razão da grande influência social das 17.000 paróquias católicas. "Neste momento, milhões de americanos são membros de paróquias católicas, mas este não será o caso para sempre. A tendência actual indica que nas próximas décadas irão partir em números moderados mas constantes. Só ficarão se lhes for dada uma razão para ficarem, se houver algo vibrante e vivificante na sua paróquia, algo que concentre a sua atenção no Cristo vivo, com tal poder que não possam tirar os olhos dele". (pp. 3-4).

Quatro práticas pastoris:

Liderança partilhada (pp. 25-73): é a capacidade dos párocos de dirigir a paróquia como um todo e para isso é decisivo contar com os leigos: é o início de uma estrutura organizativa e a distribuição de funções em cada área paroquial. Tudo isto requer uma competência especial destes leigos e salários adequados. Também tem as suas dificuldades: a harmonia da equipa é essencial.

Planeamento da maturidade espiritual e do discipulado (pp. 77-128): Este é o "processo pelo qual indivíduos ou paróquias aprofundam a sua fé, se aproximam de Jesus e o aproximam dos outros, à medida que a sua própria fé amadurece".. Requer também pessoal especializado para dar catequese, promover actividades, atender ao povo, etc. A ênfase é colocada na oração, adoração eucarística e unidade comunitária.

-Festa de domingo (pp. 131-177): O centro deve ser a Missa. Pretende-se que seja o momento decisivo da semana, um momento de hospitalidade e um momento que conquistará a lealdade tanto dos paroquianos como daqueles que passam:"É de notar que em Los Angeles se podem encontrar massas em 42 línguas e dialectos diferentes".. A sensibilidade moral e social também faz parte da recepção, para que todos possam integrar-se. Outro elemento importante é o cuidado das crianças em diferentes idades. Cantar é fundamental. Muitas paróquias têm coros quase profissionais. Deve haver também sistemas adequados de endereços públicos. Muito tempo, equipamento e dinheiro têm de ser investidos a fim de fornecer boa música litúrgica, e são ditas coisas interessantes sobre a homilia: "Cada minuto de homilia leva uma hora de preparação". (p. 150).

-Evangelização (pp. 179-227): Com base nas palavras do Papa Francisco para "ir para as periferias", nota-se que os católicos não estão acostumados a evangelizar: "Já não podemos simplesmente deixar as luzes acesas para as pessoas, temos de levar a luz até elas".. Está convidado a sair do manutenção para a missão. Temos de mudar a nossa atitude. É uma questão de envolver todos nesta tarefa. Devemos aproveitar todas as oportunidades de evangelizar: celebrações dos sacramentos, eventos e serviços sociais.

Este breve resumo não faz, obviamente, justiça a este volume que, embora seja muito americano e muito de acordo com a mentalidade americana, pode sensibilizar todos aqueles que falam espanhol para a necessidade de um nova evangelização e convencidos de que, com a ajuda de Deus, as paróquias são um dos locais chave para o fazer.

Para continuar a ler:

Grandes paróquias católicas. Um mosaico vivo. Quatro práticas pastoris que os revitalizam

William E. Simon, Jr.

242 páginas

BAC - Saint Vincent Ferrer School of Theology, 2018

Uma renovação divina. De uma paróquia de manutenção para uma paróquia missionária

James Mallon

367 páginas

BAC, 2017

Nova evangelização a partir das paróquias?

Vidal-Ruiz-Pons, eds.

447 páginas

Faculdade de Teologia San Vicente Ferrer, Valência 2018

Foto: Akira Hojo/ Unsplash

Boletim informativo La Brújula Deixe-nos o seu e-mail e receba todas as semanas as últimas notícias curadas com um ponto de vista católico.