Vaticano

13 novos cardeais para a Igreja

Giovanni Tridente-25 de Outubro de 2020-Tempo de leitura: 2 acta

No final do Angelus deste domingo, o Papa Francisco anunciou a criação do 13 novos cardeais no Consistório a realizar-se a 28 de Novembro, incluindo 4 com mais de 80 anos de idade. Este é o sétimo Consistório desde que foi eleito. O O número de cardeais por ele criados aumentará assim para 101, dos quais 79 são eleitores e 22 não-eleitores, de quase 60 nações diferentes.

Os novos cardeais estarão, em ordem:

  • Mario Grech (Malta), Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos;
  • Marcello Semeraro (Itália), Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos;
  • Antoine Kambanda (Ruanda), Arcebispo de Kigali;
  • Wilton Daniel Gregory (Estados Unidos da América), Arcebispo de Washington;
  • José Fuerte Advincula (Filipinas), Arcebispo de Capiz;
  • Celestino Aós (Chile), Arcebispo de Santiago do Chile;
  • Cornelius Sim (Brunei), Vigário Apostólico;
  • Augusto Paolo Logiudice (Itália), Arcebispo de Siena-Colle Val d'Elsa-Montelcino;
  • Mauro Gambetti (Itália), Guardião da Comunidade Franciscana de Assis.
  • Felipe Arizmendi Esquivel (México), bispo de San Cristóbal de las Casas;
  • Silvano Maria Tommasi (Itália), Núncio Apostólico;
  • Fra Raniero Cantalamessa (Itália), Pregador do Lar Pontifício;
  • Enrico Feroci (Itália), pároco de Santa Maria del Divino Amore em Castel di Leva.

Também nesta ocasião, a eleição do Papa Francisco confirma a "lógica das periferias", que sempre caracterizou os consensos anteriores, favorecendo nações do mundo que muitas vezes "não são notícia". que sempre caracterizou constelações anteriores, favorecendo nações do mundo que muitas vezes "não fazem a notícia". Nesta ocasião as "escolhas fiduciárias" são também impressionantes, poderíamos dizer, que se referem a personalidades que deram as suas vidas pela Igreja no seu ministério, tais como o pregador Padre Raniero Cantalamessa, o núncio Tommasi e o pároco do santuário mariano na periferia de Roma, ao qual os romanos são tão devotos, Enrico Feroci.

Finalmente, vale a pena notar a "opção franciscana": três dos treze eleitos pertencem à Ordem dos Frades Menores Capuchinhos e Conventuais de São Francisco de Assis: Aós, Cantalamessa e Gambetti.

Boletim informativo La Brújula Deixe-nos o seu e-mail e receba todas as semanas as últimas notícias curadas com um ponto de vista católico.