Estados Unidos da América

Cristo viaja através dos Estados Unidos: começa a Peregrinação Eucarística

Joel Stepanek, um dos organizadores da Peregrinação Eucarística nos Estados Unidos, fala-nos deste grande acontecimento que faz parte do Reavivamento Eucarístico.

Paloma López Campos-17 de maio de 2024-Tempo de leitura: 4 acta
Peregrinação Eucarística

Mapa dos quatro itinerários da Peregrinação Eucarística (ilustração OSV News / cortesia Congresso Eucarístico Nacional)

Joel Stepanek, vice-presidente para a programação e administração do Congresso Eucarístico

A Peregrinação Eucarística Nacional começa nos Estados Unidos. De 17 de maio a 16 de julho, milhares de católicos sairão para as ruas do país ao longo dos quatro itinerários estabelecidos, a fim de se prepararem para a peregrinação eucarística. Congresso Eucarístico.

Joel Stepanek é o vice-presidente de programação e administração do evento. A sua função é coordenar todas as equipas mobilizadas para este grande evento no país. Casado e pai de três filhos, há muito que se dedica à evangelização de jovens.

Como mostra esta entrevista, para ele, esta peregrinação eucarística é uma grande oportunidade para os católicos americanos, um acontecimento histórico no qual investiram muitos recursos e esforços para promover o renascimento eucarístico.

Qual é a origem desta Peregrinação Eucarística e porque é que acha importante que ela se realize antes do Congresso Eucarístico Nacional?

- A Peregrinação Eucarística Nacional surgiu durante as reuniões de planeamento do Congresso. Pensámos que seria maravilhoso fazer uma peregrinação com o Santíssimo Sacramento a Indianápolis nas semanas que antecedem esse momento de Renovação Eucarística. Sabendo que milhares de católicos estarão em Indianápolis, há também muitos que não poderão estar presentes e esta peregrinação permite que essas pessoas tenham uma participação significativa no Congresso.

Há muitas dioceses locais que estão a planear eventos que permitirão que muitas mais pessoas façam parte deste projeto que o Espírito Santo está a realizar nos Estados Unidos. E a principal razão da Peregrinação é rezar. Temos quatro percursos com o Senhor e vamos aproveitar esse tempo para rezar pelo nosso país.

As quatro rotas têm títulos diferentes: Mary, Elizabeth Ann Seton, Juan Diego e Junipero Serra. Porque é que escolheram estes nomes?

- Os três santos estão próximos dos pontos de origem destas rotas. Fazem sentido como patronos das rotas que partem de cada região devido à sua ligação com elas. A Rota Mariana, por outro lado, passa por CampeãoWisconsin, que é a única aparição de Nossa Senhora nos Estados Unidos.

Itinerários de peregrinação eucarística
Os quatro itinerários da Peregrinação Eucarística Nacional (ilustração OSV News / cortesia Congresso Eucarístico Nacional)

Como é o processo de coordenação de tantas pessoas para um evento tão importante?

- A nossa maravilhosa equipa tem trabalhado com as paróquias e dioceses locais para as ajudar a organizar estes eventos. De facto, nós trazemos os peregrinos e o Santíssimo Sacramento, mas são as paróquias e dioceses locais que organizam os eventos. Assim, a Peregrinação Eucarística Nacional tem sido um catalisador para as dioceses e paróquias organizarem os seus próprios eventos eucarísticos.

De facto, muito do trabalho tem sido ligar os pontos. Estamos entusiasmados por ir a estes sítios e celebrar a Eucaristia com tanta gente. As pessoas vão juntar-se para rezar, servir e adorar Cristo nas suas próprias áreas.

Aprendeu alguma coisa nova sobre a vida paroquial ou diocesana ao trabalhar com eles neste projeto?

- Tenho sido muito abençoado pelo entusiasmo das pessoas em relação a este assunto. Penso que, por vezes, na Igreja dos Estados Unidos, pode haver a sensação de que as dioceses são demasiado burocráticas, que as paróquias locais podem ter mais a ver com a manutenção do que com a missão.

Em todos os lugares que visitámos, no entanto, eles deram um passo em frente em direção a algo novo e evangelizador. Fiquei muito edificado com a vontade das pessoas nos lugares onde fomos, não só querem fazer algo pelo seu povo, mas estão entusiasmados com isso.

Que medidas tenciona tomar para garantir que Cristo no Santíssimo Sacramento seja guardado e respeitado durante a peregrinação eucarística?

- Cada percurso terá dois capelães, muitas vezes sacerdotes, e algumas vezes diáconos. Assim, os ministros ordinários da Eucaristia serão sempre responsáveis pela procissão com o Santíssimo Sacramento.

Os capelães sacerdotes e os capelães diáconos têm instruções específicas sobre o modo como o Santíssimo Sacramento deve ser depositado no final do dia, bem como sobre as precauções de emergência. Se alguma coisa acontecer durante a peregrinação, desde o mau tempo até ao bloqueio da estrada devido a um protesto, nós pensámos nisso e tomámos as devidas providências.

Podem participar na Peregrinação Eucarística pessoas com mobilidade reduzida ou que, por razões diversas, não possam efetuar todo o percurso?

- Eles podem fazê-lo, e é por isso que penso que o trabalho das paróquias e dioceses locais tem sido tão crucial. Muito do que vamos fazer com a peregrinação, em termos de eventos públicos, não envolve necessariamente caminhar.

Certamente, haverá procissões nas cidades e as pessoas poderão juntar-se a elas em vários pontos do percurso para caminhar com os peregrinos. Mas, muitas vezes, haverá eventos nas paróquias com exposição eucarística, serões de oração, serviços de penitência, etc.

As pessoas com problemas de mobilidade terão muitas oportunidades de participar em qualquer um destes eventos, que fazem parte da Peregrinação Eucarística Nacional.

Quem são os peregrinos perpétuos e como foram escolhidos?

- Os Peregrinos Perpétuos são um grupo de jovens adultos de todos os Estados Unidos que se candidataram a participar. São jovens com idades compreendidas entre os 21 e os 29 anos que queriam caminhar com o Senhor durante oito semanas. Passaram por um processo de entrevista bastante denso com candidaturas escritas. Uma vez seleccionados, passaram por um processo de formação que incluiu um retiro inicial em fevereiro e sessões de formação semanais, bem como reuniões individuais com a nossa equipa, para os preparar para o desafio físico e espiritual desta peregrinação.

Está muito envolvido na pastoral juvenil. O que é que vê na atitude dos jovens na Igreja que lhe dá esperança?

- As sementes da Renascença estão na Igreja jovem. Os adolescentes e os jovens adultos sentiram-se atraídos pela Eucaristia. Têm uma fé muito centrada na Eucaristia, o que é bom. Penso que tem sido bonito ver a pastoral juvenil e a pastoral dos jovens adultos crescer nas últimas décadas. Para os jovens católicos dos Estados Unidos, este momento é especialmente significativo porque proporciona um momento de unidade dentro da Igreja.

Boletim informativo La Brújula Deixe-nos o seu e-mail e receba todas as semanas as últimas notícias curadas com um ponto de vista católico.