Mundo

Quinhentas mil pessoas acorrem à peregrinação mariana em Levoča, na Eslováquia

Durante o primeiro fim de semana de julho de 2024, milhares de pessoas participaram numa peregrinação mariana à Basílica da Visitação em Levoča, na Eslováquia.

Jana Dunajská-8 de julho de 2024-Tempo de leitura: 5 acta
Levoča

Basílica da Visitação em Levoča (Wikimedia / Karelj)

Nos dias 6 e 7 de julho, a cidade de Levoča, no norte da Eslováquia, assistiu a uma das peregrinações marianas mais concorridas do mundo. Europa. Mais de 500 000 pessoas participaram nas cerimónias religiosas e nas actividades da peregrinação. Num país com uma população de cinco milhões de habitantes, esta afluência sublinha a profunda devoção e o significado espiritual da peregrinação para os eslovacos. Durante estes dias, o sacramento da confissão desempenhou um papel de destaque, com numerosos sacerdotes disponíveis para oferecer este serviço aos peregrinos, dia e noite.

O programa da peregrinação foi variado: no sábado, para além das várias missas, incluindo uma em rito grego, houve um mini festival de música cristã que atraiu muitos jovens. No domingo, houve uma Via-Sacra, oração da Liturgia das Horas, recitação do terço e, no final, uma missa solene presidida pelo bispo de Spiš, D. František Trstenský.

Na sua homilia, D. Trstenský encorajou os presentes a serem fiéis ao Evangelho e a anunciá-lo com alegria; sublinhou que esta atitude alegre é uma necessidade do nosso tempo: "Não tenhamos medo de viver a nossa fé com alegria, de nos alegrarmos com ela, porque o Senhor está convosco. Desejo-vos a alegria da evangelização. A nossa Eslováquia não precisa de anunciadores tristes, mas de anunciadores alegres, que tenham experimentado a alegria do anúncio".

História da peregrinação mariana a Levoča

A peregrinação mariana a Levoča, que se realiza anualmente por altura da festa de São Cirilo e São Metódio (celebrada na Eslováquia a 5 de julho), é um dos eventos de peregrinação mais antigos e significativos da Eslováquia. As suas raízes remontam à Idade Média, quando, em 1247, foi construída a primeira capela dedicada à Virgem Maria em Levoča (na região nordeste de Spiš). Este ato foi uma resposta aos numerosos milagres que alegadamente ali ocorreram. A peregrinação tornou-se rapidamente num importante acontecimento espiritual que atraía crentes de toda a região e até de países vizinhos.

A peregrinação a Levoča continuou mesmo durante as invasões turcas, quando os crentes procuraram refúgio e apoio espiritual. No século XVII, foi construída uma basílica barroca na colina Mariánska Hora, que ainda hoje serve como a principal igreja de peregrinação. Esta basílica é uma verdadeira joia arquitetónica que oferece aos seus visitantes não só uma experiência espiritual, mas também um deleite estético com a sua magnífica arquitetura e decoração.

A importância deste lugar de peregrinação não passou despercebida em Roma. O Papa João Paulo II elevou a igreja da Visitação da Virgem Maria a basílica menor (basílica menor) em 26 de janeiro de 1984. Este título reconhece a importância e o significado espiritual deste lugar. Onze anos mais tarde, a 3 de julho de 1995, teve lugar a maior peregrinação da história de Levoča, envolvendo mais de 650 000 pessoas na presença do próprio Papa.

Personalidades proeminentes

A peregrinação mariana a Levoča tem atraído muitas personalidades proeminentes de várias áreas da vida pública. Entre os mais importantes está o Papa João Paulo II, que visitou Levoča durante a sua visita. viagem apostólica à Eslováquia em 1995. A sua presença conferiu à peregrinação um significado especial e reforçou a sua dimensão internacional. Além disso, a peregrinação conta regularmente com a presença de bispos, padres e outros líderes espirituais que reforçam o significado espiritual do evento com a sua presença.

Outras personalidades proeminentes que visitaram Levoča durante a peregrinação mariana incluem vários políticos, personalidades culturais e artistas eslovacos, que vêm não só em busca de inspiração espiritual, mas também para apoiar a tradição e o património cultural.

Peregrinação durante o comunismo

A peregrinação mariana a Levoča adquiriu um significado especial durante a era comunista, quando o regime reprimiu e monitorizou a vida religiosa. Nesses tempos difíceis, a peregrinação tornou-se um símbolo de resistência e de força espiritual para muitos crentes. As pessoas iam em peregrinação a Levoča apesar do risco de perseguição ou castigo.

A peregrinação representava um refúgio e um local onde os crentes podiam exprimir livremente a sua fé e obter apoio espiritual. Esta força espiritual e moral representada pela peregrinação ajudou a manter a esperança e a reforçar a força interior das pessoas numa altura em que os direitos e liberdades fundamentais eram sistematicamente violados. Os peregrinos encontraram-se com sacerdotes e religiosos clandestinos, que lhes deram apoio espiritual e encorajamento.

A peregrinação hoje

Atualmente, a peregrinação mariana a Levoča é um evento que atrai dezenas de milhares de crentes todos os anos. Os preparativos para a peregrinação começam vários meses antes do evento, para que tudo esteja perfeitamente organizado. Para além das principais cerimónias religiosas, que incluem missas, orações e procissões, a peregrinação é acompanhada por vários eventos culturais e sociais.

A peregrinação de Levoča é atualmente um evento espiritual moderno que combina valores tradicionais com novas formas de expressão espiritual. Muitos jovens aproveitam a oportunidade de ir em peregrinação para encontrar a paz interior e reforçar a sua fé. Os organizadores asseguram que o programa é rico e variado, oferecendo várias formas de enriquecimento espiritual e cultural.

Um dos pontos altos da peregrinação é a procissão nocturna, que começa na basílica e termina no topo da colina Mariánska Hora. Esta procissão simboliza a peregrinação espiritual e uma profunda experiência interior para muitos peregrinos. Os peregrinos transportam velas, iluminando o caminho, o que cria uma experiência visual e espiritual inesquecível.

Número de participantes

Todos os anos, um grande número de crentes participa na peregrinação mariana a Levoča. Durante o fim de semana da peregrinação principal, cerca de 500.000 a 600.000 peregrinos vêm aqui. Este enorme número de pessoas, especialmente significativo num país com uma população de cinco milhões, testemunha a importância e a popularidade deste evento espiritual, que transcende as fronteiras da Eslováquia e atrai crentes de vários países.

(TK KBS/ Martin Magda)

Importância para a região

A peregrinação mariana é de grande importância não só para os fiéis, mas também para toda a região de Spiš. Todos os anos, atrai milhares de visitantes, o que tem um impacto positivo na economia local. O alojamento, os restaurantes e as lojas registam um aumento da procura e do tráfego durante a peregrinação, o que traz benefícios financeiros para os residentes locais.

Para além dos benefícios económicos, a peregrinação tem também uma importância cultural e social. Mantém e reforça valores tradicionais como a fé, a família e a comunidade. Para muitas pessoas, a peregrinação é uma oportunidade de reencontrar velhos amigos e familiares, o que contribui para o reforço dos laços sociais.

Os desafios e o futuro da peregrinação

Como qualquer grande evento, a peregrinação mariana a Levoča enfrenta desafios. Um dos principais é garantir a segurança e o conforto de todos os participantes. Os organizadores trabalham em conjunto com as autoridades locais para garantir alojamento, estacionamento e outras instalações suficientes.

Outro desafio é manter e desenvolver a tradição no contexto do mundo moderno. Com a crescente influência da digitalização e da globalização, é importante encontrar formas de atrair os jovens e manter o seu interesse pela peregrinação. A este respeito, os organizadores procuram utilizar as redes sociais e os meios de comunicação modernos para promover a peregrinação e atrair um público mais vasto.

A peregrinação mariana a Levoča é um importante acontecimento espiritual e cultural que reúne crentes de toda a Eslováquia e do estrangeiro. A sua rica história, a presença de personalidades proeminentes e a sua forma moderna fazem desta peregrinação uma experiência única que atrai milhares de pessoas todos os anos. Apesar dos desafios do mundo contemporâneo, a peregrinação mariana a Levoča continua a ser um forte símbolo de fé, tradição e comunidade.

O autorJana Dunajská

Leia mais
Boletim informativo La Brújula Deixe-nos o seu e-mail e receba todas as semanas as últimas notícias curadas com um ponto de vista católico.