Leituras dominicais

Lições de paz. Solenidade da Natividade do Senhor (A)

Joseph Evans comenta as leituras para a Solenidade da Natividade do Senhor e Luis Herrera faz uma breve homilia em vídeo.

Joseph Evans-22 de Dezembro de 2022-Tempo de leitura: 2 acta

Na noite em que Nosso Senhor Jesus nasceu, uma grande multidão de anjos apareceu aos pastores, "que louvou a Deus, dizendo: 'Glória a Deus no céu e na terra paz aos homens de boa vontade'" (1).ou, noutra tradução, "em quem ele se deleita".. A palavra traduzida como "favor" ou "satisfeito" é "eudokias". Deus teve o prazer de esconder estas coisas dos sábios e inteligentes e de as revelar a meras crianças (Mt 11,26; Lc 10,21), tal como os bons pais estão satisfeitos com a alegria dos seus filhos em receber presentes de Natal. A mesma ideia aparece no Baptismo e Transfiguração de Cristo: "Este é o meu Filho amado, em quem estou bem satisfeito".. Deus está satisfeito com o seu Filho, e com as crianças em geral, ou com aqueles que se tornam crianças. Ele dá paz àqueles em quem se deleita, porque eles se tornaram crianças. Ele está satisfeito com aqueles que aprenderam a ser pequenos, a confiar nele, e não dependem de si próprios. A eles ele dá a paz. Devemos aprender com o nascimento do nosso Senhor, a criança pacífica na manjedoura, a estar mais em paz. "Mas eu continuo e tempero os meus desejos, como uma criança nos braços da sua mãe; como uma criança saciada, assim é a minha alma dentro de mim". (Sl 131, 2). Pedimos a paz das crianças pequenas. 

"Ser crianças -São Josemaría ensinou "Não terá dores: as crianças esquecem-se imediatamente dos problemas para voltarem aos seus jogos normais. -Por isso, com o abandono, não tereis de vos preocupar, porque descansareis no Pai". (The Way, 864).

Cristo é o "príncipe da paz. Foi assim que Isaías descreveu o Messias (Is 9, 6). Lemos esse texto na missa da meia-noite. Os anjos, como podemos ver, celebraram o seu nascimento como aquele que traz a paz. Zacarias terminou o seu hino Benedictus anunciando que o Senhor, quando Ele vier, isto é, Jesus, o fará "para guiar os nossos passos no caminho da paz". (Lc 1,79). 

E no entanto, poucos dias após o nascimento de Cristo, o diabo atacou-o, atacou a paz que ele trouxe através das tentativas de Herodes de o matar. Herodes fez isto porque não tinha paz na sua alma, porque o seu coração estava tomado pelo medo.

Mas Jesus na manjedoura ensina lições de paz. Ele não atrai pela força, mas sim pelo amor. Jesus na manjedoura é um "cadeira".como São Josemaría costumava dizer. Temos muitas lições a aprender com ele. Aprendemos a ganhar por atração e não por imposição. Aprendemos a humildade de ser fracos, como Nosso Senhor era quando era criança e precisava de ser salvo por outros, por Maria e José. Do princípio ao fim Ele foi o Salvador que não pôde salvar-se a si mesmo. "Ele salvou outros, e não se pode salvar a si próprio".os padres e os escribas zombavam. 

"Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus". (Mt 5, 9). Podemos muitas vezes olhar para o Menino Jesus nestes dias para descobrir e aprofundar a nossa paz, para nos tornarmos filhos de Deus nele.

Homilia sobre as leituras da Solenidade da Natividade do Senhor

O sacerdote Luis Herrera Campo oferece a sua nanomiliauma breve reflexão de um minuto para estas leituras.

Em colaboração com
Quer notícias independentes, verdadeiras e relevantes?

Caro leitor, Omnes relata com rigor e profundidade sobre assuntos religiosos actuais. Fazemos um trabalho de investigação que permite ao leitor adquirir critérios sobre os eventos e histórias que acontecem na esfera católica e na Igreja. Temos assinaturas de estrelas e correspondentes em Roma que nos ajudam a fazer sobressair a informação de fundo do ruído dos meios de comunicação, com distância ideológica e independência.

Precisamos de si para enfrentar os novos desafios de um panorama mediático em mudança e de uma realidade que exige reflexão, precisamos do seu apoio.

Em colaboração com
Mais sobre Omnes
Boletim informativo La Brújula Deixe-nos o seu e-mail e receba todas as semanas as últimas notícias curadas com um ponto de vista católico.