Vaticano

Um pacto para promover a família em todo o mundo

O 10º Encontro Mundial das Famílias terá lugar em Roma, em Junho do próximo ano. Entre as iniciativas do Ano da Família Amoris Laetitia foi lançado o Pacto Católico Global sobre a Família.

Giovanni Tridente-6 de Setembro de 2021-Tempo de leitura: 3 acta
Imagem oficial do 10º Encontro Mundial das Famílias.

Trabalhar num programa partilhado de acções para promover a família em todo o mundo, em fidelidade à Doutrina Social da Igreja. Estes são os objectivos da Pacto Católico Global sobre a Família anunciado nas últimas semanas pelo Dicastério para os Leigos, Família e Vida e pela Pontifícia Academia de Ciências Sociais.

O projecto será levado a cabo em parceria com a Centro Internacional de Estudos de Família (CISF) e contará com a participação de vários Centros de Investigação Familiar presentes nas Universidades Católicas dos cinco continentes.

De um ponto de vista técnico, serão recolhidas informações e será realizada investigação sobre a relevância cultural e antropológica da família, com especial incidência nas relações familiares, no valor social da família e nas boas práticas em matéria de política familiar.

O Pacto é uma das iniciativas promovidas no âmbito do Ano Família Amoris laetitia proclamado pelo Papa Francisco; não é por acaso que os resultados do inquérito estão a ser apresentados no contexto de um evento fechado, antes do Encontro Mundial das Famílias, em Junho de 2022.

"No centro disto estará o trabalho de ouvir e recolher a informação necessária para compreender o estado de saúde da família em todo o mundo."explicou Francesco Belletti, Director do Centro CISF. Cada instituição universitária receberá questionários preparados por uma equipa internacional, aos quais poderão ser acrescentados comentários e avaliações.

A escuta e a recolha de informações têm, de facto, como objectivo "...".identificação de boas práticas"para encorajar a adopção de acções concretas".para reafirmar que a família é um recurso para cada sociedade"Belletti" acrescentou.

Esta iniciativa beneficiará associações, instituições e todo o mundo eclesiástico, que poderão assim promover e valorizar a família como um ".capital social de qualquer comunidade".

Já no segundo capítulo de Amoris laetitiaO Papa Francisco sublinhou a necessidade de enfrentar o ".novos desafiosA "família" é uma questão chave que afecta a família em todos os continentes, como também surgiu após os dois Sínodos realizados em 2014 e 2015. 

Desde a questão da educação às inseguranças económicas, ao desenraizamento social e à violência doméstica, sem esquecer os direitos das mulheres e muitas outras questões que estão intimamente relacionadas com a doutrina social da Igreja.

Ao reflectir e imaginar perspectivas de desenvolvimento, o Pacto procura assim identificar formas de apoiar e promover as relações familiares, que são a verdadeira "família".recurso estratégico para o bem-estar dos indivíduos e da comunidade, especialmente em condições de fragilidade e vulnerabilidade."Belletti prosseguiu para explicar.

10º Encontro Mundial das Famílias 

Tendo em vista o 10º Encontro Mundial das Famílias, que, segundo o desejo do Santo Padre, culminará em Roma (22-26 de Junho de 2022), mas que se realizará também sob a forma de "Dia Mundial da Juventude" (22-26 de Junho de 2022).multicêntrico e generalizado"Em todas as dioceses do mundo, o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida publica mensalmente uma série de 10 vídeos dedicados à beleza da família como um recurso pastoral.

É o próprio Pontífice que relê e explica os capítulos da Exortação Apostólica publicada em 2016, acompanhado por algumas famílias de diferentes partes do mundo. Cada vídeo é acompanhado por uma ajuda que pode ser utilizada para a reflexão e a oração familiar e comunitária.

Foi também escolhida a imagem oficial do encontro, uma obra do teólogo Marko Ivan Rupnik intitulada Este mistério é grande. No fundo, a cena do casamento em Caná; à esquerda, os noivos são velados. O servo que serve o vinho tem o rosto de São Paulo, segundo a antiga iconografia cristã. 

A imagem pretende apontar como o amor sacramental entre homem e mulher é um reflexo do amor indissolúvel e da unidade entre Cristo e a Igreja: Jesus derramou o seu sangue por ela.

Em colaboração com
Quer notícias independentes, verdadeiras e relevantes?

Caro leitor, Omnes relata com rigor e profundidade sobre assuntos religiosos actuais. Fazemos um trabalho de investigação que permite ao leitor adquirir critérios sobre os eventos e histórias que acontecem na esfera católica e na Igreja. Temos assinaturas de estrelas e correspondentes em Roma que nos ajudam a fazer sobressair a informação de fundo do ruído dos meios de comunicação, com distância ideológica e independência.

Precisamos de si para enfrentar os novos desafios de um panorama mediático em mudança e de uma realidade que exige reflexão, precisamos do seu apoio.

Em colaboração com
Boletim informativo La Brújula Deixe-nos o seu e-mail e receba todas as semanas as últimas notícias curadas com um ponto de vista católico.