Vocações

Sacerdote ortodoxo romeno numa universidade católica

Bogdan Teleanu, um padre ortodoxo do Patriarcado romeno, decidiu estudar na Universidade da Santa Cruz em Roma.

Patrocinado pela CARF-2 de Setembro de 2021-Tempo de leitura: 2 acta
Bogdan Teleanu

Foto: Bogdan Teleanu

Bogdan Teleanu nasceu em Zarnesti, Brasov, Roménia. Ele tem 46 anos de idade. Não é católico, mas um padre ortodoxo do Patriarcado romeno, mas decidiu estudar na Universidade da Santa Cruz em Roma, uma universidade católica e pontifícia, e depois regressar ao seu país para ajudar a Igreja romena a enfrentar as muitas dificuldades actuais. É licenciado em Comunicação Institucional da Igreja. Ele é casado e tem três filhos. Na Igreja Ortodoxa, podem ser ordenados como sacerdotes após o casamento, mas não como bispos.

Os seus estudos qualificaram-no para trabalhar no Gabinete de Imprensa do Patriarcado Ortodoxo Romeno. Algumas das suas mais belas experiências têm coberto a visita do Papa Francisco à Roménia em 2019. "Graças aos instrumentos adquiridos nos estudos de comunicação na Holy Cross, pude tornar-me um melhor comunicador e porta-voz", diz o Padre Bogdan.

Também é doutorado em teologia pelo seu país de origem, especializando-se em catequese e homilética. "Tenho centrado a minha actividade comunicativa na intensificação do diálogo entre a Igreja e a cultura, porque a Igreja é a criadora de valores culturais autênticos. Isto é muito importante num país como a Roménia, onde ainda somos confrontados com os problemas criados pela ditadura comunista que durou tantos anos", diz ele.
Um dos problemas no seu país é a emigração, "porque há tantos romenos no estrangeiro. A Igreja Ortodoxa Romena está muito empenhada em apoiar as famílias daqueles que emigraram, especialmente tomando conta de crianças que são deixadas sozinhas no país porque as suas mães e pais são forçados a ir trabalhar para o estrangeiro a fim de enviar dinheiro para casa", diz ele.

Na Roménia, estas crianças são chamadas "órfãos brancos". De acordo com estimativas, de 5 milhões de crianças romenas, 750.000 são mais ou menos violentamente afectadas pela partida dos seus pais. Destes, 350.000 foram privados de um dos seus pais, enquanto 126.000 foram privados de ambos os pais. Mas mais de 400.000 crianças experimentaram, durante um período das suas vidas, uma forma de solidão.

Em colaboração com
Quer notícias independentes, verdadeiras e relevantes?

Caro leitor, Omnes relata com rigor e profundidade sobre assuntos religiosos actuais. Fazemos um trabalho de investigação que permite ao leitor adquirir critérios sobre os eventos e histórias que acontecem na esfera católica e na Igreja. Temos assinaturas de estrelas e correspondentes em Roma que nos ajudam a fazer sobressair a informação de fundo do ruído dos meios de comunicação, com distância ideológica e independência.

Precisamos de si para enfrentar os novos desafios de um panorama mediático em mudança e de uma realidade que exige reflexão, precisamos do seu apoio.

Em colaboração com
Mais sobre Omnes
Boletim informativo La Brújula Deixe-nos o seu e-mail e receba todas as semanas as últimas notícias curadas com um ponto de vista católico.