Pequenos passos significativos

Entre os recentes objectivos do Papa Francisco está o de conseguir um papel mais importante para as mulheres e para os leigos em geral, como evidenciado pelas recentes nomeações para os órgãos da Santa Sé.

5 de Setembro de 2021-Tempo de leitura: 2 acta

Alcançar um maior protagonismo das mulheres - e dos leigos em geral - na vida da Igreja. Este parece ser um objectivo do pontificado de Francisco, em continuidade com o desenvolvimento da teologia dos leigos, a pedra angular do Concílio Vaticano II, e com o trabalho dos seus antecessores.

Enquanto a sociedade caminha para a igualdade de direitos e oportunidades, o Papa parece ter optado por uma medida discreta: dar pequenos mas significativos passos que favorecem o caminho dos factos, para além das discussões teóricas sobre o papel dos baptizados ou do poder no governo eclesial.

Um reflexo disto foi visto no último mês, com a nomeação de várias mulheres cientistas de prestígio como membros da Academia Pontifícia das Ciências. Um gesto que não só dá visibilidade ao trabalho das mulheres na ciência, mas também amplia a visão do papel dos leigos e da contribuição que podem dar à Igreja através das suas realizações profissionais. Para não mencionar a recente nomeação pela primeira vez de uma mulher como número dois num dicastério: Alessandra Smerilli no Dicastério para o Desenvolvimento Humano.

Entre as últimas nomeações estão dois vencedores do Prémio Nobel da Química em 2020: a francesa Emmanuelle Marie Charpentier e Jennifer Anne Doudna dos Estados Unidos. A notícia foi precedida por outras nomeações recentes como a canadiana Dona Theo Strickland, que ganhou o Prémio Nobel da Física de 2018 pela investigação pioneira no campo dos lasers, a química americana Susan Solomon, e a astrónoma e química holandesa Ewine Fleur van Dishoeck. À Pontifícia Academia de Ciências Sociais juntou-se no dia 4 de Agosto o antropólogo sul-africano Mpilenhe Pearl Sithole. 

Todos eles são profissionais de renome que, para além da sua contribuição para o conhecimento, permitem à Igreja comunicar uma mensagem importante.

Em colaboração com
Quer notícias independentes, verdadeiras e relevantes?

Caro leitor, Omnes relata com rigor e profundidade sobre assuntos religiosos actuais. Fazemos um trabalho de investigação que permite ao leitor adquirir critérios sobre os eventos e histórias que acontecem na esfera católica e na Igreja. Temos assinaturas de estrelas e correspondentes em Roma que nos ajudam a fazer sobressair a informação de fundo do ruído dos meios de comunicação, com distância ideológica e independência.

Precisamos de si para enfrentar os novos desafios de um panorama mediático em mudança e de uma realidade que exige reflexão, precisamos do seu apoio.

Em colaboração com
Boletim informativo La Brújula Deixe-nos o seu e-mail e receba todas as semanas as últimas notícias curadas com um ponto de vista católico.