Falar com as crianças e os idosos

O desenvolvimento saudável da sociedade depende do reforço e estabilização da unidade familiar. São necessárias leis para proteger e apoiar as famílias das áreas nucleares do casamento, equilíbrio trabalho-vida, educação e vida.

1 de Novembro de 2017-Tempo de leitura: 2 acta

O declínio dos casamentos e da estabilidade familiar nos países mais desenvolvidos afecta a ordem social e económica. Os dados indicam que as crianças envolvidas na delinquência, por exemplo, não têm um ou ambos os pais. Esta ausência causa abandono escolar, solidão e maus hábitos que afectam a saúde física e emocional das crianças. Os estudos sobre o assunto são abundantes, assim como os que reconhecem o valor da família, a importância de defender a célula da sociedade. Tudo isto é verdade, mas o problema merece respostas imediatas e planos profundos para ajudar as novas gerações.

O diagnóstico de dificuldades em casais, casamentos e famílias poderia ser ligado a propostas eficazes. Por vezes as melhores propostas de fortalecimento da família são rejeitadas porque falam de valores, virtudes que caíram em desuso devido a correntes ideológicas que proclamam liberdade sem responsabilidade, sucesso sem lealdade e felicidade sem sacrifício.

Fortalecer a família e assegurar um bom futuro para as crianças requer um mínimo de respeito na amizade e no namoro, bem como realismo e maturidade na tomada de decisão de casar. Em alguns lugares, os requisitos para adquirir uma carta de condução são mais rigorosos do que os requisitos para o casamento. Embora o fim do sindicato possa ser mais fácil de divorciar do que fechar uma conta bancária.

De acordo com um estudo realizado pela Insider de Negócios Em Maio de 2014, o Chile é o país com a taxa de divórcio mais baixa (3 %). A percentagem de pessoas divorciadas em alguns países da América Latina é Guatemala 5 %; Colômbia 9 %; México 15 %; Equador 20 %; Brasil 21 % e Venezuela 27 %.

A lei por si só não faz a família, mas as leis que favorecem a sua identidade são um apoio legal e material aos pais que contribuem para a estabilidade social, moral e económica. Não há outra instituição capaz de fazer todo o bem que é alcançado na família. Qualquer pessoa que tenha dúvidas sobre isto pode falar com as crianças e os idosos.

Leia mais
Em colaboração com
Quer notícias independentes, verdadeiras e relevantes?

Caro leitor, Omnes relata com rigor e profundidade sobre assuntos religiosos actuais. Fazemos um trabalho de investigação que permite ao leitor adquirir critérios sobre os eventos e histórias que acontecem na esfera católica e na Igreja. Temos assinaturas de estrelas e correspondentes em Roma que nos ajudam a fazer sobressair a informação de fundo do ruído dos meios de comunicação, com distância ideológica e independência.

Precisamos de si para enfrentar os novos desafios de um panorama mediático em mudança e de uma realidade que exige reflexão, precisamos do seu apoio.

Em colaboração com
Boletim informativo La Brújula Deixe-nos o seu e-mail e receba todas as semanas as últimas notícias curadas com um ponto de vista católico.